18/09/2019 - Gregore termina primeiro turno do Brasileirão como segundo maior ladrão de bolas

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro chegou ao fim e alguns jogadores se destacaram individualmente nas estatísticas sendo o volante Gregore um deles no quesito roubadas de bola. Com 50 roubadas de bola, o atleta da equipe baiana ficou atrás apenas de Marcos Rocha, lateral do Palmeiras, que roubou a bola em 53 oportunidades.

O atleta acredita que, apesar de possuir bons números, é possível evoluir para o segundo turno.

- Individualmente, fiz um primeiro turno muito bom, mas acho que dá para eu melhorar em alguns pontos e evoluir ainda mais. Coletivamente, acredito que fomos muito bem também, infelizmente perdemos alguns pontos importantes, mas temos que tirar de lição para a sequência do campeonato. Acho que chegamos forte para a disputa do segundo turno - disse o volante.

Há nove jogos sem derrota, o Bahia visita o Corinthians no início do segundo turno. Gregore afirma que a invencibilidade de nove partidas dá ainda mais confiança para o elenco:

- Temos que pensar jogo a jogo, não deixar essa invencibilidade atrapalhar a gente. A sequência que estamos tendo nos dá ainda mais confiança e isso é muito importante para os próximos jogos.

Com um estilo de jogo bem definido pelo técnico Roger Machado, Gregore crê que é necessário criar alternativas para alcançar o objetivo do clube, que é uma vaga na Libertadores. Citando, também, a importância da torcida para os jogos na Arena Fonte Nova, onde não perdeu ainda.

- Acredito que temos um estilo de jogo bem definido e buscamos evoluir dentro disso. Nosso objetivo é conseguir uma vaga na Libertadores e sabemos que é muito importante termos alternativas nas partidas para brigar por algo maior. Além disso, temos que aproveitar os jogos em casa e o apoio da nossa torcida é crucial, um ponto muito forte do clube - afirmou o camisa 26.

Com 31 pontos e na 7ª colocação do campeonato, o elenco entrou para a história do clube. O Bahia teve a sua melhor campanha de primeiro turno em sua história e o volante do Tricolor comemorou a fase que está vivendo tanto individualmente quanto coletivamente.

- É uma sensação indescritível fazer parte desse elenco e da história do clube. Estou muito feliz com tudo que vem acontecendo comigo e com o Bahia. Espero que a gente consiga manter esse ritmo e seguir bem na competição. - concluiu Gregore.

Fonte: